sábado, 31 de mayo de 2014

"Grândola, Vila Morena" (Video sensacional)

PROJECTO 894
Os Ganhões de Castro Verde, cantam "Grândola, Vila Morena"
Gravado em Castro Verde, Beja, Alentejo (Baixo Alentejo)
13 de Fevereiro de 2014
Realização: Tiago Pereira
Som: Telma Morna
Produção: Câmara Municipal de Castro Verde
"Os Ganhões eram homens que trabalhavam no campo, na lavoura. Havia duas categorias de Ganhões, os de pensão, que trabalhavam todo o ano numa determinada herdade, e os “rasos” que trabalhavam no que aparecia para fazer: sementeiras, apanha da azeitona, colheitas, etc. Estes moços de lavoura trabalhavam de sol a sol e viviam unicamente do seu trabalho.
Os Ganhões de Castro Verde criados em 1972 editam, entre 1975 e 2003, cinco álbuns e em 2006 uma antologia, "Terra".
Todos os anos o grupo regista um elevado número de actuações, que vão desde os intercâmbios de corais a salas de espectáculos e festivais temáticos, numa atitude constante de afirmação do cante alentejano." ganhoescastroverde.com.pt/index_1.html

Letra
Grândola, vila morena
Terra da fraternidade
O povo é quem mais ordena
Dentro de ti, ó cidade!
Dentro de ti, ó cidade
O povo é quem mais ordena
Terra da fraternidade
Grândola, vila morena
Em cada esquina um amigo
Em cada rosto igualdade
Grândola, vila morena
Terra da fraternidade
Terra da fraternidade
Grândola, vila morena
Em cada rosto igualdade
O povo é quem mais ordena
À sombra de uma azinheira
Que já não sabia a idade
Jurei ter por companheira
Grândola, a tua vontade
Grândola, a tua vontade
Jurei ter por companheira
À sombra de uma azinheira
Que já não sabia a idade



No hay comentarios:

Publicar un comentario